Tenerezza

( Canta: o tenor Beniamino Gigli )
( Autores: Militello - Palermo - 1941 )

Ouça todas as músicas de Beniamino Gigli

  • Tenerezza - Beniamino Gigli

 Provavelmente existem alguns erros de tradução, me perdoe. Sugerir Correção

Originale


Nell'anima m'invade una tristezza,
una malinconia senza perchè,
io cerco l'infinita tua dolcezza
piccina mia che tutto sei per me.

E nel soave incanto del tuo viso,
nel magico splendor del tuo sorriso,
ritrovo la bellezza della vita
e sento l'amarezza dileguar.

Ogni tormento tu mi fai scordar,
sei la carezza che mi consola,
sei, in ogni dol, nido, il fior,
d'ogni fiamma sei l'ardor.

Tutta la gioia tu mi sai donar
col tuo sorriso, la tua parola.
Quando tu mi guardi con amore,
mi sento in cuore la felicità.

Porti al viso mio la tenerezza,
d'or il tuo bacino.
E chiamami amor!

Tradução


Na alma me invade uma tristeza,
uma melancolia sem porque,
eu busco a infinita tua doçura
pequenina minha que tudo és para mim.

E no suave encantamento do teu rosto,
no mágico esplendor do teu sorriso,
reencontro a beleza da vida
e sinto a amargura desaparecer.

Todos os tormentos tu me fazes esquecer,
és a caricia que me consola,
és, por cada dor, ninho, a flor,
de cada flama és o ardor.

Toda a alegria tu sabes me dar
com o teu sorriso, a tua palavra.
Quando tu me olhas com amor,
sinto no meu coração a felicidade.

Trazes ao meu rosto a ternura,
de ouro é o teu beijo.
E me chamas amor!

* Número de validação incorreto! Por favor digite 10

     
 

Musica Italiana Copyright 2006-2017 "Pino Ulivi". Design, conteúdo e publicação da parte de "Leo Caracciolo"

As músicas em italiano são dos seus respectivos autores.