Soli

( Canta: Adriano Celentano )
( Autores: T. Cutugno - M. Del Prete - C. Minellono - 1976 )

 Provavelmente existem alguns erros de tradução, me perdoe. Sugerir Correção

Originale


È inutile suonare
quì non vi aprirà nessuno,
il mondo l'abbiam chiuso fuori
con il suo casino.

Una bugia coi tuoi,
il frigo pieno e poi
un calcio alla tivù,
solo io, solo tu.

È inutile chiamare
non risponderà nessuno,
il telefono è volato fuori,
giù dal quarto piano.

Era importante, sai,
pensare un poco a noi,
non stiamo insieme mai,
ora sì, ora sì.

Soli,
la pelle come un vestito,
soli,
mangiando un panino in due, io e te.

Soli,
le briciole nel letto,
soli,
ma stretti un pò di più, solo io, solo tu.

Il mondo, dietro ai vetri,
sembra un film senza sonoro
e il tuo pudore amando
rende il corpo tuo più vero.

Sei bella quando vuoi,
bambina, donna, e poi
non mi deludi mai,
è così che mi vai.

Soli,
lasciando la luce accesa,
soli,
ma guarda nel cuore chi c'è: io e te!

Soli,
col tempo che si è fermato,
soli,
però finalmente noi, solo noi, solo noi.

È inutile suonare
quì non vi aprirà nessuno,
il mondo l'abbiam chiuso fuori
con il suo casino.

Una bugia coi tuoi,
il frigo pieno e poi
un calcio alla tivù,
solo io, solo tu, solo tu!

Tradução


É inútil chamar
aqui ninguém abrirá,
deixámos fora o mundo
com as suas confusões.

Uma mentira para os teus pais,
a geladeira cheia e depois
um pontapé na televisão,
somente eu, somente tu.

É inútil chamar
não responderá ninguém,
o telefone voou na rua
do quarto andar.

Era importante, sabes,
pensar um pouco em nós,
não ficamos juntos nunca,
agora sim, agora sim.

Sozinhos,
a pele como um vestido,
sozinhos,
comendo um sanduíche a dois, eu e ti.

Sozinhos
as migalhas na cama,
sozinhos,
mas um pouco mais estreitos, somente eu, somente tu.

O mundo, atrás da janela,
parece um filme sem som
e o teu pudor amando
torna o teu corpo mais verdadeiro.

És linda quando queres,
menina, mulher, e depois
não me desiludes nunca,
é assim que eu gosto.

Sozinhos,
deixando a luz acesa,
sozinhos,
mas olha no coração quem está: eu e ti!

Sozinhos,
com o tempo que parou,
sozinhos,
porém finalmente nós, somente nós, somente nós.

É inútil tocar a campainha
aqui não abrirá ninguém,
deixámos fora o mundo
com as suas confusões.

Uma mentira para os teus pais,
a geladeira cheia e depois
um pontapé na televisão,
somente eu, somente tu, somente tu!

* Número de validação incorreto! Por favor digite 12

     
 

Musica Italiana Copyright 2006-2017 "Pino Ulivi". Design, conteúdo e publicação da parte de "Leo Caracciolo"

As músicas em italiano são dos seus respectivos autores.