Più ci penso

( Canta: Gianni Bella )
( Autores: A. Bella - G. Bella - G. Bigazzi - 1974 )

Ouça todas as músicas de Gianni Bella

  • Più ci penso - Gianni Bella

 Provavelmente existem alguns erros de tradução, me perdoe. Sugerir Correção

Originale


I tuoi corti capelli come sono cambiati,
no, non mi dire chi li ha accarezzati.
Fossi un pittore brucerei il tuo ritratto
ma sono solo un amante distratto.

Io non posso ballare e non voglio,
mi lasciasti solo col mio orgoglio.
La mia anima è in un labirinto
dove ho spento il fuoco con le mani.

Ma come vuoi che io ti dica rimani
se ti sfioro eppure siamo lontani.
Più ci penso e più mi viene voglia di lei,
anche se nella mia mente diversa tu sei.

La mia sete cresce
finchè l'acqua non c'è
e ora che ci sei
io più ci penso e più mi viene voglia di lei.

Le mie forze di uomo sono poche, perdono,
io mi avvicino e riscopro il tuo seno
e il tuo profumo, come un dolce veleno,
spezza il ricordo di pure emozioni.

Lei aveva una paura dolce,
il tuo sguardo taglia come una falce,
io di te subisco la presenza,
ma di lei non posso fare senza.

Sono qui con te il mio cuore consumo,
come lei non mi amerà nessuno.
Più ci penso e più mi viene voglia di lei
anche se nella mia mente più bella tu sei.

La mia sete cresce
finchè l'acqua non c'è
e ora che ci sei
io più ci penso e più mi viene voglia di lei.

Più ci penso e più mi viene voglia di lei
anche se nella mia mente diversa tu sei.

La mia sete cresce
finchè l'acqua non c'è
e ora che ci sei
io più ci penso e più mi viene voglia di lei.

Ah ah  ah ah ah!
Ah ah  ah ah ah!

Tradução


Os teus cabelos curtos como mudaram,
não, não dizer-me quem os acariciou.
Se eu fosse um pintor queimaria o teu retrato
mas sou somente um amante distraído.

Eu não posso dançar e não quero,
me deixaste sozinho com o meu orgulho.
A minha alma está num labirinto
onde apaguei o fogo com as mãos.

Mas como queres que eu te peça para ficar
se quando te toco de leve estamos distantes.
Mais penso nisso e mais sinto vontade dela,
também se na minha mente diferente tu és.

A minha sede cresce
até que não tenha mais água
e agora que tu estás aqui
eu mais penso nisso e mais sinto vontade dela.

As minhas forças de homem são poucas, perdão,
eu me aproximo e redescubro o teu seio
e o teu perfume, como um doce veneno,
quebra a lembrança de puras emoções.

Ela sentia um medo doce,
o teu olhar corta como uma foice,
eu de ti suporto a presença,
mas sem ela não posso estar.

Estou aqui contigo, o meu coração consumo,
como ela não me amará ninguém.
Mais penso nisso e mais sinto vontade dela,
também se na minha mente mais bonita tu és.

A minha sede cresce
até que não tenha mais água
e agora que tu estás aqui
eu mais penso nisso e mais sinto vontade dela.

Mais penso nisso e mais sinto vontade dela,
também se na minha mente diferente tu és.

A minha sede cresce
até que não tenha mais água
e agora que tu estás aqui
eu mais penso nisso e mais sinto vontade dela.

Ah ah ah ah ah!
Ah ah ah ah ah!

* Número de validação incorreto! Por favor digite 13

     
 

Musica Italiana Copyright 2006-2017 "Pino Ulivi". Design, conteúdo e publicação da parte de "Leo Caracciolo"

As músicas em italiano são dos seus respectivos autores.