Manuela

( Canta: Claudio Villa )
( Autores: Bonagura - Fusco - 1951 )

 Provavelmente existem alguns erros de tradução, me perdoe. Sugerir Correção

Originale


Ah ah, ah ah ah, ah ah ah

Mi han detto che é la più bella di Barcellona,
l'ho vista gettar lo scialle giù nell'arena.
Ah ah, ah ah ah, ah ah ah.
Da quando l'han messa in pena la catalana,
singhiozza la sua chitarra nel chiar di luna.

Manuela, Manuela,
se nella tua casa moresca tu stai così sola,
tu sola, Manuela,
accogli i sospiri e rispondi con una parola.

Amore, amore,
non senti ch'io voglio donarti per sempre il mio cuore,
Manuela, Manuela,
sul raggio turchino dei sogni c'è scritto "Manuela".

Signori, signori,
è questa la storia d'un grande delirio d'amore,
Manuela, Manuela,
sul raggio turchino dei sogni c'è scritto "Manuela".

Ah ah, ah ah.
Ah ah, ah ah ah, ah ah ah.

Tradução


Ah ah, ah ah ah, ah ah ah

Me disseram que és a mais bela de Barcelona,
a vi atirar o xale lá em baixo, na arena.
Ah ah, ah ah ah, ah ah ah.
Desde quando a colocaram em pena na catalana,
soluça a sua guitarra na claridade da lua.

Manuela, Manuela,
se na tua casa mourisca tu estás tão sozinha,
tu sozinha, Manuela,
receba os suspiros e responde com uma palavra.

Amor, amor,
não sentes que quero dar-te pra sempre o meu coração,
Manuela, Manuela,
no raio azul dos sonhos está escrito "Manuela".

Senhores, senhores,
é esta a história de um grande delírio de amor,
Manuela, Manuela,
no raio azul dos sonhos está escrito "Manuela".

Ah ah, ah ah.
Ah ah, ah ah ah, ah ah ah.

* Número de validação incorreto! Por favor digite 7

     
 

Musica Italiana Copyright 2006-2017 "Pino Ulivi". Design, conteúdo e publicação da parte de "Leo Caracciolo"

As músicas em italiano são dos seus respectivos autores.