Mama

( Canta: Dalida )
( Autores: S. Bono - P. Dossena - 1967 )

 Provavelmente existem alguns erros de tradução, me perdoe. Sugerir Correção

Originale


Mama,
quando questa mia bambola diventerà grande,
Mama,
voglio che assomigli a te.

Quì, davanti a me,
la mia bambola
stringo nelle mani
e rivedo te.

Eri così bella!
Come in un bel sogno
io ti sorridevo
e dicevo a te:

Mama,
quando questa mia bambola diventerà grande,
Mama,
voglio che assomigli a te.

Oggi non ti ho più
quì accanto a me,
il tempo se ne va
ed ho freddo al cuore.

Ora che non ho,
no, nessuno che
mi ricordi un pò
la mia gioventù.

Mama,
quando questa mia bambola diventerà grande,
Mama,
voglio che assomigli a te.

So che sciuperò
tutti i giorni miei,
lo dicevi già
quando son partita.

Lungo la mia vita
tienimi per mano,
senza te nel mondo
io mi sento sola.

Mama,
senza te per le strade del mondo
io vado,
Mama!

Tradução


Mamãe,
quando esta minha boneca se tornar grande,
Mamãe,
quero que pareça contigo.

Aqui, na minha frente,
a minha boneca
aperto entre as mãos
e revejo a ti.

Eras tão bela!
Como num belo sonho
eu te sorria
e te dizia:

Mamãe,
quando esta minha boneca se tornará grande,
Mamãe,
quero que pareça contigo.

Hoje não te tenho mais
aqui ao meu lado,
o tempo vai embora
e sinto frio no coração.

Agora que não tenho,
não, ninguém que
me lembre um pouco
a minha juventude.

Mamãe,
quando esta minha boneca se tornará grande,
Mamãe,
quero que pareça contigo.

Sei que desperdiçarei
todos os meus dias,
tu o dizia já
quando eu parti.

Ao longo da minha vida
pega na minha mão,
sem ti no mundo
sinto-me sozinha.

Mamãe,
sem ti pelas estradas do mundo
eu vou,
Mamãe!

* Número de validação incorreto! Por favor digite 16

     
 

Musica Italiana Copyright 2006-2017 "Pino Ulivi". Design, conteúdo e publicação da parte de "Leo Caracciolo"

As músicas em italiano são dos seus respectivos autores.