La storia di Serafino

( Canta: Adriano Celentano )
( Autores: L. Beretta - A. Celentano - M. Del Prete - C. Rustichelli - 1969 )

Ouça todas as músicas de Adriano Celentano

  • La storia di Serafino - Adriano Celentano

 Provavelmente existem alguns erros de tradução, me perdoe. Sugerir Correção

Originale


Perchè continuano
a costruire le case
e non lasciano l'erba,
non lasciano l'erba,
non lasciano l'erba,
non lasciano l'erba.

Eh no!
Se andiamo avanti così
chissà come si farà.
Chissà,
chissà,
chissà...

E così la seconda storia
che vi voglio raccontare
è quella del pastore Serafino.
Al mondo antico chiuso nel suo cuore
la gente del duemila
ormai non crede più.

Con le pecore e un cane fedele,
tre amici sempre pronti,
nei pascoli sui monti,
a una spanna dal "regno dei cieli",
viveva felice così.

Oh Serafino,
difendi, difendi
la tua libertà.
La libertà!

Quel giovane pastore
piaceva alle ragazze
perchè negli occhi aveva l'avventura.
E quando prese in pugno la fortuna,
e un gruzzolo di soldi
per caso ereditò.

Si fece una grande festa
da fare girar la testa,
scoppiarono i mortaretti,
si fecero dei banchetti,
per tutti ci fu un sorriso,
che giorni di paradiso
per il pastore ricco Serafino.

Regalò qualche cosa agli amici,
che gioia nel paese,
per quelle pazze spese.
Uno scialle, una radio, un coltello,
e una macchina rossa per se.

Oh Serafino,
le donne, le donne
ti dicono di si.
Beato te!

Tiero tiero tiero tiero
tierà tierà tierà,
lui spinge la macchina
che in un burrone va, e scoppierà.

Dopo i giorni dell'allegria
amaro resta il vino,
si trova in tribunale Serafino.
I suoi nemici, per prendere i suoi soldi,
lo fan passar per matto
e lui che cosa fa.

Si riprende le pecore e il cane,
gli amici sempre pronti,
e torna là sui monti,
nella casa più grande del mondo
che soffitto e pareti non ha.

Oh Serafino,
difendi, difendi
la tua libertà.
La libertà!

Ti voglio bene
pastore Serafino,
un uomo con il cuore
da bambino.

E libero come l'aria
purissima del mattino,
per vivere là sui monti
ritorna Serafino.

E libero come l'aria
purissima del mattino,
per vivere là sui monti
ritorna Serafino.

E libero come l'aria
purissima del mattino,
per vivere là sui monti
ritorna Serafino.

E libero come l'aria
purissima del mattino....

Tradução


Porque continuam
a construir as casas
e não deixam a relva,
não deixam a relva,
não deixam a relva,
não deixam a relva.

E não!
Se vamos em frente assim
quiçá como se fará.
Quiçá,
quiçá,
quiçá...

E assim a segunda história
que vos quero contar
é aquela do pastor Serafim.
Ao mundo antigo preso no seu coração
a gente do dois mil
já não acredita mais.

Com as ovelhas e um cachorro fiel,
três amigos sempre prontos,
nos pastos das montanhas,
a um palmo do "reino dos céus",
vivia feliz assim.

Oh Serafim,
defende, defende
a tua liberdade
A liberdade!

Daquele jovem pastor
gostavam as garotas
porque nos olhos havia a aventura.
E quando recebeu na mão a fortuna,
e um montinho de dinheiro
por acaso herdou.

Se fez uma grande festa
de fazer girar a cabeça,
explodiram os petardos,
se fizeram festins,
para todos teve um sorriso,
que dias de paraíso
para o pastor rico Serafim.

Deu alguma coisa aos amigos,
que felicidade no vilarejo,
por aquelas loucas despesas.
Um xale, uma radio, um canivete,
e um carro vermelho para si.

Oh Serafim,
as mulheres, as mulheres
te dizem sim.
Beato és!

Tiero tiero tiero tiero
tierà tierà tierà,
ele empurra o carro
que num barranco cai, e explodirá.

Depois dos dias de alegria
amargo fica o vinho,
se encontra no tribunal Serafim.
Os seus inimigos, para pegar seu dinheiro,
fazem-no passar por louco
e o que é que ele faz.

Pega de novo as ovelhas e o cachorro,
os amigos sempre prontos,
e volta lá nas montanhas,
na casa mais grande do mundo
que teto e paredes não tem.

Oh Serafim,
defende, defende
a tua liberdade
A liberdade!

Te quero bem
pastor Serafim,
um homem com o coração
de menino.

E livre como o ar
puríssimo da manhã,
para viver lá nas montanhas
retorna Serafim.

E livre como o ar
puríssimo da manhã,
para viver lá nas montanhas
retorna Serafim.

E livre como o ar
puríssimo da manhã,
para viver lá nas montanhas
retorna Serafim.

E livre como o ar
puríssimo da manhã....

* Número de validação incorreto! Por favor digite 9

     
 

Musica Italiana Copyright 2006-2017 "Pino Ulivi". Design, conteúdo e publicação da parte de "Leo Caracciolo"

As músicas em italiano são dos seus respectivos autores.