La mia estate con te

( Canta: Fred Bongusto )
( Autor: Fred Bongusto - 1976 )

Ouça todas as músicas de Fred Bongusto

  • La mia estate con te - Fred Bongusto

 Provavelmente existem alguns erros de tradução, me perdoe. Sugerir Correção

Originale


Io vorrei mandarti al diavolo
con i miei problemi inutili
che son qui
nell'anticamera della mente.
Fanno ostacoli al mio quieto
sopravvivere.

Dammi il tempo per decidere
se conviene aver le braccia tue,
la tua faccia, contro il petto mio
e da solo camminare io,
fare come non ci fossi tu
e gettarmi qualche amore via,
fare finta di fregarmene.

Come se
questa estate con te
la mia estate con te
non contasse più
non bastasse più
non tornasse più.

Come se
la mia estate con te
la mia vita con te
no, non fosse mai
esistita mai
e vissuta mai.

Quelle corse in automobile
per sentieri impraticabili,
le risate incontenibili
e i silenzi interminabili,
mi rendevano più libero
come quando sotto gli alberi
scendevamo a far l'amore, noi.

E i sensi s'accendevano
e i pensieri si spegnevano,
tutte cose
che ho provato, io,
non posso rinnegarle, io,
non cercare
di convincermi.

Come se
questa estate con te
la mia vita con te
non contasse più
no, non fosse mai
esistita mai
e vissuta mai.

Tradução


Eu queria mandá-lo para os diabos
com os meus problemas inúteis
que estão aqui
na antecâmara da mente.
São obstáculo para minha tranquilidade
sobreviver.

Me dê o tempo para decidir
se convém ter os teus braços,
o teu rosto, contra o peito meu
e eu caminho sozinho,
fazendo como se tu não existisse
e jogar algum amor fora,
fazer de conta que não me importa.

Como se
este verão contigo
o meu verão contigo
não contasse mais
não bastasse mais
não voltasse mais.

Como se
o meu verão contigo
a minha vida contigo
não, não tivesse nunca
existida nunca
e vivida nunca.

Aquela corridas de carro
por caminhos impraticáveis,
as risadas irreprimíveis
e os silêncios intermináveis,
me tornavam mais livre
como quando sob as arvores
descíamos para fazer amor, nós.

E os sentidos se acendiam
e os pensamentos se apagavam,
todas as coisas
que provei, eu,
não posso renegá-las, eu,
não procurava
me convencer.

Como se
este verão contigo
a minha vida contigo
não contasse mais
não, não tivesse nunca
existida nunca
e vivida nunca.

* Número de validação incorreto! Por favor digite 11

     
 

Musica Italiana Copyright 2006-2017 "Pino Ulivi". Design, conteúdo e publicação da parte de "Leo Caracciolo"

As músicas em italiano são dos seus respectivos autores.