La gatta

( Canta: Gino Paoli )
( Autores: Mogol - G. Paoli - 1960 )

 Provavelmente existem alguns erros de tradução, me perdoe. Sugerir Correção

Originale


C'era una volta una gatta
che aveva una macchia nera sul muso,
a una vecchia soffitta vicino al mare
con una finestra a un passo dal cielo blu.

Se la chitarra suonavo
la gatta faceva le fusa
ed una stellina scendeva vicina vicina
poi mi sorrideva e se ne tornava su.

Ora non abito più là
tutto è cambiato, non abito più là,
ho una casa bellissima
bellissima come vuoi tu.

Ma io ripenso a una gatta
che aveva una macchia nera sul muso,
a una vecchia soffitta vicino al mare
con una stellina che ora non vedo più.

Ora non abito più là
tutto è cambiato, non abito più là
ho una casa bellissima
bellissima come vuoi tu.

Ma io ripenso a una gatta
che aveva una macchia nera sul muso,
a una vecchia soffitta vicino al mare
con una stellina che ora non vedo più.

Tradução


Era uma vez uma gata
que havia uma mancha preta no focinho,
em um velho sótão perto do mar
com uma janela a um passo do céu azul.

Se a guitarra eu tocava
a gata fazia ronrom
e uma estrelinha descia pertinho pertinho
depois me sorria e voltava pra cima.

Agora não moro mais lá
tudo mudou, não moro mais lá,
tenho uma casa belíssima
belíssima como queres tu.

Mas eu relembro de uma gata
que havia uma mancha preta no focinho,
em um velho sótão perto do mar
com uma estrelinha que agora não vejo mais.

Agora não moro mais lá
tudo mudou, não moro mais lá,
tenho uma casa belíssima
belíssima como queres tu.

Mas eu relembro de uma gata
que havia uma mancha preta no focinho,
em um velho sótão perto do mar
com uma estrelinha que agora não vejo mais.

* Número de validação incorreto! Por favor digite 10

     
 

Musica Italiana Copyright 2006-2017 "Pino Ulivi". Design, conteúdo e publicação da parte de "Leo Caracciolo"

As músicas em italiano são dos seus respectivos autores.