L'acqua fa male, il vino fà cantare

( Canta: Coro )
( Autor: Desconhecido do século IV )

Ouça todas as músicas de Coro

  • L'acqua fa male, il vino fà cantare - Coro

 Provavelmente existem alguns erros de tradução, me perdoe. Sugerir Correção

Originale


Abbasso l'acqua che rovina i ponti,
perfino quella pura delle fonti,
la cosa che per noi davvero conti
è il vino che mantiene mari e monti.

Si incontra spesso l'uomo che fa acqua
e molto spesso gioca a nascondino,
ma chi si perde in un bicchiere d'acqua
può ritrovarsi in un bicchier di vino.

Il sangue non è acqua,
infatti il sangue è vino,
il vino fa buon sangue
ti rende genuino.

Empi il bicchier che è vuoto,
vuota il bicchier che è pieno,
non lo lasciar mai vuoto,
non lo lasciar mai pieno.

Evviva il vino vivo della vigna
che rende questa vita più sanguigna,
chi vive d'acqua spesso se la svigna
e appresso il vino brucia la gramigna.

Il furbo tira l'acqua al suo mulino,
il saggio se ne infischia e tira il vino
e ha l'acqua in bocca il maschio del padrino
e invece c'è chi ce l'ha in bocca il vino.

Il sangue non è acqua
infatti il sangue è vino,
il vino fa buon sangue
ti rende genuino.

Empi il bicchier che è vuoto,
vuota il bicchier che è pieno,
non lo lasciar mai vuoto,
non lo lasciar mai pieno.

Empi il bicchier che è vuoto,
vuota il bicchier che è pieno,
non lo lasciar mai vuoto,
non lo lasciar mai pieno.

Non lo lasciar mai vuoto,
non lo lasciar mai pieno.

Tradução


Abaixo a água que arruina as pontes,
até aquela pura das fontes,
a coisa que pra nós verdadeiramente conta
é o vinho que mantêm mares e montes.

Se encontra muitas vezes o homem que faz a água
e muitas vezes brinca de esconder,
mas quem se perde num copo de água
pode encontrar-se num copo de vinho.

O sangue não é água,
de fato o sangue é vinho,
o vinho faz bom sangue
te torna genuino.

Enche o copo que está vazio,
esvazia o copo que está cheio,
não o deixe nunca vazio,
não o deixe nunca cheio.

E viva o vinho vivo do vinhedo
que torna esta vida mais sanguínea,
quem vive de água muitas vezes se esgueira
e depois do vinho queima a grama.

O esperto leva a água para o seu moinho,
o sábio não quer nem saber e puxa o vinho
e tem a água na boca o garotão do padrinho
e ao invés há quem tem na boca o vinho.

O sangue não é água,
de fato o sangue é vinho,
o vinho faz bom sangue
te torna genuino.

Enche o copo que está vazio,
esvazia o copo que está cheio,
não o deixe nunca vazio,
não o deixe nunca cheio.

Enche o copo que está vazio,
esvazia o copo que está cheio,
não o deixe nunca vazio,
não o deixe nunca cheio.

Não o deixe nunca vazio,
não o deixe nunca chei.

* Número de validação incorreto! Por favor digite 4

     
 

Musica Italiana Copyright 2006-2017 "Pino Ulivi". Design, conteúdo e publicação da parte de "Leo Caracciolo"

As músicas em italiano são dos seus respectivos autores.