I' m'arricordo 'e Napule

( Canta: o tenor Giuseppe di Stefano )
( Autores: P. L. Esposito - G. Gioè - 1920 )

Ouça todas as músicas de Giuseppe di Stefano

  • I' m'arricordo 'e Napule - Giuseppe di Stefano

 Provavelmente existem alguns erros de tradução, me perdoe. Sugerir Correção

Originale


I' m'arricordo 'e Napule 'e matina,
quando schiarava juorno a ppoco, a ppoco,
'nu ventariello doce e 'n'aria fina,
spuntava 'o sole 'ncielo comme foco.

'A tutte 'e fronne cantevam aucielle
e salutava a tutt''e nenne belle,
e 'a 'nu guaglione 'm manech''e cammisa
senteva chesta voce 'e paraviso:

Rose, rose de maggio,
rose pe''nnammurate,
cu 'st'aria 'nbarzamata
vuje dint''o lietto state?

I' m'arricordo 'e Napule 'e cuntrore,
'o sole ca cuceva 'e sentimente,
'na coppia 'e nnammurate a 'na cert'ora
se deva a Margellina appuntamento.

E lu Vesuvio visto da luntano,
'o mare ca sbatteva chiano, chiano,
mentre de' scoglie respirav' addore,
senteva 'n'ata voce 'e cantatore:

I' tengo 'a nnammurata ch'è bella,
e sto geloso,
e tengo 'e persiane
apposta pe' dischiude.

I' m'arricordo 'e Napule 'e nuttata,
ncopp''a ll' onne, Pusilleco addurmeva,
e po' menava 'n'aria profumata,
comm' a ll'argiento 'a luna le spanneva.

E quanno 'e chillo cielo m'arricordo,
me vene all'uocchie 'e lagreme 'nu velo,
pare ca veco 'e stelle na curona
e sento ancora l'eco 'e 'sta canzona:

Oj varca lenta e stracqua,
i' penzo 'a nenna mia,
c''a voglio bene ancora,
e moro 'e gelusia.

Tradução


Eu me lembro Nápoles de manhã,
quando clareava o dia pouco a pouco,
um ventinho doce e um ar fino,
surgia o sol no céu como fogo.

De todas as folhas cantavam os passarinhos,
cumprimentavam todas as garotas bonitas,
e de um garoto de camisa de mangas
ouvia-se esta voz de paraíso:

Rosas, rosas de maio,
rosas para os namorados,
com este ar encantado
vocês ficam na cama?

Eu me lembro Nápoles de tarde,
o sol te acordava os sentimentos,
um casal de namorados a una certa hora
marcava encontro a Margellina.

E o Vesúvio visto de longe,
o mar que batia doce, doce,
enquanto dos recife respirava-se o perfume,
ouvia-se uma outra voz de um cantador:

Eu tenho uma namorada que é bonita,
e sou ciumento,
eu tenho as persianas
exatamente pra entreabrir.

Eu me lembro Nápoles de noite,
sobre as ondas, Posillipo dormia,
e depois te trazia um ar perfumado,
como um manto de prata a lua lhe estendia.

E quando daquele céu me lembro,
me vem aos olhos um véu de lágrimas,
parece que vejo uma coroa de estrelas
e ouço ainda o eco desta canção:

Oh, barca lenta e cansada,
eu penso na garota minha,
pois lhe quero bem ainda,
e morro de ciúme.

* Número de validação incorreto! Por favor digite 9

     
 

Musica Italiana Copyright 2006-2017 "Pino Ulivi". Design, conteúdo e publicação da parte de "Leo Caracciolo"

As músicas em italiano são dos seus respectivos autores.