Il valzer degli ambulanti

( Cantam: Ernesto Bonino & Silvana Fioresi )
( Autores: A. Grandino - Liri - 1941 )

Ouça todas as músicas de Ernesto Bonino

  • Il valzer degli ambulanti - Ernesto Bonino

 Provavelmente existem alguns erros de tradução, me perdoe. Sugerir Correção

Originale


Riposa la periferia,
sonnecchia la grande città.
Girovago, lungo la via,
c'è qualche ambulante che va. Ah!

"Cento canzoni d'amore una lira,
o bimbe compratele. Ohè!"
Passa la gente, qualcuno si gira,
risuona l'armonica. Ohè!

Lucido, qualche ventino
da un vecchio abbaino si sente cascar.
Ma l'ambulante, stordito,
da un sogno rapito, continua a sonar.

L'estate da tempo è passata,
è grigia la grande città.
La neve sui prati è tornata,
chissà l'ambulante che fa. Ah!

"Cento canzoni d'amore una lira,
o bimbe compratele. Ohè!"
Passa la gente, qualcuno si gira,
risuona l'armonica. Ohè!

Lucido qualche ventino
da un vecchio abbaino si sente cascar.
Ma l'ambulante, stordito,
da un sogno rapito, continua a sonar.

Tradução


Descansa a periferia,
cochila a grande cidade.
Vagueando, ao longo da rua,
tem algum ambulante que vai. Ah!

"Cem canções de amor uma lira,
oh meninas comprais. Ohé!"
Passam as pessoas, alguém se volta,
ecoa a harmônica. Ohé!

Cintilantes, algumas moedas
de uma velha clarabóia se ouvem cair.
Mas o ambulante, atordoado,
por um sonho angustiante, continua a tocar.

O verão faz tempo que passou,
é cinza a grande cidade.
A neve nos campos voltou,
quiçá o ambulante o que faz. Ah!

"Cem canções de amor uma lira,
oh meninas comprais. Ohé!"
Passam as pessoas, alguém olha,
ecoa a harmônica. Ohé!

Cintilantes, algumas moedas
de uma velha mansarda se ouvem cair.
Mas o ambulante, atordoado,
por um sonho raptado, continua a tocar.

* Número de validação incorreto! Por favor digite 6

     
 

Musica Italiana Copyright 2006-2017 "Pino Ulivi". Design, conteúdo e publicação da parte de "Leo Caracciolo"

As músicas em italiano são dos seus respectivos autores.