Che bambola!

( Canta: Fred Buscaglione )
( Autores: L. Chiosso - F. Buscaglione - 1958 )

Ouça todas as músicas de Fred Buscaglione

  • Che bambola! - Fred Buscaglione

 Provavelmente existem alguns erros de tradução, me perdoe. Sugerir Correção

Originale


Che bambola!

Mi trovavo per la strada
circa all'una e trentatrè,
l'altra notte,
mentre uscivo dal mio solito caffè,
quando incrocio un bel mammifero
modello centotrè.

Che bambola!

Riempiva un bel vestito
di magnifico lamè,
era un cumulo di curve
come al mondo non ce n'è,
che spettacolo le gambe,
un portento credi a me.

Che bambola!

"Hey, hey, hey - le grido - "piccola,
dai, dai, dai, non far la stupida,
sai, sai, sai, che son volubile,
se non mi baci subito
tu perdi un' occasion".

Lei si volta, poi mi squadra
come fossi uno straccion,
poi si mette bene in guardia
come Rocky, il gran campion,
finta il destro, e di sinistro,
lei mi incolla ad un lampion.

Che sventola!

Lei, lei, lei, spaventatissima,
lì per lì, diventa pallida,
poi, poi, poi, allarmatissima,
m'abbraccia per sorreggermi,
le faccio compassion.

Sai com'è, ci penso sopra
e poi decido che mi va,
faccio ancora lo svenuto,
quella abbozza e sai che fa,
implorandomi e piangendo
un bel bacio lei mi dà.

Che bambola!

Tradução


Que boneca!

Me encontrava na rua
cerca da uma e trinta e três,
na outra noite,
enquanto saía do meu costumeiro café,
quando cruzo um belo mamífero
modelo cento e três.

Que boneca!

Enchia um belo vestido
de magnífico lamé,
era um cúmulo de curvas
como no mundo não há igual,
que espetáculo as pernas,
um portento, creia-me.

Que boneca!

"Hei, hei, hei - lhe grito - "pequena,
dai, dai, dai, não te faz de tonta,
sabe, sabe, sabe, eu sou volúvel,
se não me beijas agora
tu perdes uma ocasião".

Ela se vira, depois me olha
como se fosse um maltrapilho,
depois se coloca bem em guarda
como Rocky, o grande campeão,
finge um direto e, de esquerdo,
ela me cola no poste da luz.

Que porrada!

Ela, ela, ela, assustadíssima,
ali no momento, fica pálida,
depois, depois, depois, muito alarmada,
me abraça para me sustentar,
lhe faço compaixão.

Sabe como é, penso a respeito
e depois decido que me serve,
me finjo ainda desmaiado,
aquela acredita e sabe o que faz,
implorando e chorando
um belo beijo ela me dá.

Que boneca!

* Número de validação incorreto! Por favor digite 6

     
 

Musica Italiana Copyright 2006-2017 "Pino Ulivi". Design, conteúdo e publicação da parte de "Leo Caracciolo"

As músicas em italiano são dos seus respectivos autores.