Arsura

( Canta: Carla Boni )
( Autores: Cherubini - D'Acquisto - Schisa - 1958 )

 Provavelmente existem alguns erros de tradução, me perdoe. Sugerir Correção

Originale


Sembra di fiamma l'orizzonte,
arde la terra sotto il sol
e questo ardore che fa bruciar la fronte
mette un'arsura che mi consuma il cuor.

Mi consuma il cuor!

Cerco una sola fonte
nella mia via.
L'acqua che scorre via
non mi disseta.

Cerco perdutamente
la bocca tua,
meravigliosa fonte
della mia vita.

Quando le labbra si accendono di arsura
anche una goccia può spegnere la sete,
ma in questa febbre di spasimo e tortura
ogni tuo bacio più sete mi darà.

Cerco una sola fonte
nella mia via,
cerco la bocca tua,
muoio di sete.

Quando le labbra si accendono di arsura
anche una goccia può spegnere la sete,
ma in questa febbre di spasimo e tortura
ogni tuo bacio più sete mi darà.

Cerco una sola fonte
nella mia via,
cerco la bocca tua,
muoio di sete.

Muoio d'amor!

Tradução


Parece de flama o horizonte,
queima a terra sob o sol
e este ardor que faz queimar a testa
causa uma aridez que consome o coração.

Me consome o coração!

Busco somente uma fonte
no meu caminho.
A água que escorre fora
não sacia minha sede.

Busco perdidamente
a tua boca,
maravilhosa fonte
da minha vida.

Quando os lábios se acendem de ardência
também uma gota pode saciar a sede,
mas nesta febre de angústia e tortura
cada beijo teu mais sede me dará.

Busco somente uma fonte
no meu caminho,
busco a boca tua,
morro de sede.

Quando os lábios se acendem de ardência
também uma gota pode saciar a sede,
mas nesta febre de angústia e tortura
cada beijo teu mais sede me dará.

Busco somente uma fonte
no meu caminho,
busco a tua boca,
morro de sede.

Morro de amor!

* Número de validação incorreto! Por favor digite 6

     
 

Musica Italiana Copyright 2006-2017 "Pino Ulivi". Design, conteúdo e publicação da parte de "Leo Caracciolo"

As músicas em italiano são dos seus respectivos autores.