Alle porte del sole

( Canta: Gigliola Cinquetti )
( Autores: M. Panzeri - D. Pace - L. Pilat - C. Conti - 1973 )

Ouça todas as músicas de Gigliola Cinquetti

  • Alle porte del sole - Gigliola Cinquetti

 Provavelmente existem alguns erros de tradução, me perdoe. Sugerir Correção

Originale


Un'anima avevo
così limpida e pura
che, forse per paura, con te
l'amore non ho fatto mai.

Cercavo le strade
più strane del mondo,
invece da te si arrivava
per chiari sentieri.

E adesso che sento
il tuo corpo vicino,
nel buio ti chiedo
di portarmi con te.

Alle porte del sole,
ai confini del mare,
quante volte col pensiero
ti ho portato insieme a me.

E nel buio sognavo
la tua mano leggera.
Ogni porta che si apriva
mi sembrava primavera.

Alle porte del sole,
ai confini del mare,
quante volte col pensiero
ti ho portato insieme a me.

Ti ho portato insieme a me.
Ti ho portato insieme a me.

Che cosa mi dici?
Che cosa succede?
Mi dici di cercare una casa
per vivere insieme.

Un grande giardino
sospeso nel cielo
e mille bambini con gli occhi
dipinti d'amore.

Allora i pensieri
non sono illusioni.
Allora è proprio vero che io
sto volando con te.

Alle porte del sole,
ai confini del mare,
quante volte col pensiero
ti ho portato insieme a me.

E nel buio sognavo
la tua mano leggera.
Ogni porta che si apriva
mi sembrava primavera.

Alle porte del sole,
ai confini del mare,
quante volte col pensiero
ti ho portato insieme a me.

E nel buio sognavo
la tua mano leggera.
Ogni porta che si apriva
mi sembrava primavera.

Alle porte del sole,
ai confini del mare,
quante volte col pensiero
ti ho portato insieme a me.

Ti ho portato insieme a me.
Ti ho portato insieme a me.
Insieme a me!

Tradução


Uma alma eu tinha
tão límpida e pura
que, talvez por medo, contigo
nunca fiz amor.

Procurava os caminhos
mais estranhos do mundo,
quando, ao contrário, a ti se chegava
por claros atalhos.

E agora que sinto
o teu corpo pertinho,
no escuro te peço
de levar-me contigo.

Às portas do sol,
aos limites do mar,
quantas vezes com o pensamento
te levei junto comigo.

E no escuro sonhava
com a tua mão leve.
Cada porta que se abria
me parecia primavera.

Às portas do sol,
aos limites do mar,
quantas vezes com o pensamento
te levei junto comigo.

Te levei junto comigo.
Te levei junto comigo.

O que estás dizendo?
O que acontece?
Estás me pedindo para procurar uma casa
para vivermos juntos.

Um grande jardim
suspenso no céu
e mil crianças com os olhos
pintados de amor.

Então os pensamentos
não são ilusões.
Então é mesmo verdade que eu
estou voando contigo.

Às portas do sol,
aos limites do mar,
quantas vezes com o pensamento
te levei junto comigo.

E no escuro sonhava
com a tua mão leve.
Cada porta que se abria
me parecia primavera.

Às portas do sol,
aos limites do mar,
quantas vezes com o pensamento
te levei junto comigo.

E no escuro sonhava
com a tua mão leve.
Cada porta que se abria
me parecia primavera.

Às portas do sol,
aos limites do mar,
quantas vezes com o pensamento
te levei junto comigo.

Te levei junto comigo.
Te levei junto comigo.
Junto comigo!

* Número de validação incorreto! Por favor digite 5

     
 

Musica Italiana Copyright 2006-2017 "Pino Ulivi". Design, conteúdo e publicação da parte de "Leo Caracciolo"

As músicas em italiano são dos seus respectivos autores.